06/07/2020

Como as Smart homes serão usadas no pós-pandemia

 | Quatri Automações

Mas afinal, a procura por smart homes aumentará após o fim do isolamento social?

A pandemia que se instaurou no mundo vem causando um transtorno no cotidiano de grande parte da população. O Brasil, um dos países mais afetados pela Covid-19, apresenta certa resistência em relação a mudanças de hábitos.

A residência virou o local onde as pessoas estão passando a maior parte do tempo, já que o trabalho, lazer e contato social estão sendo feitos remotamente. No entanto, muitas famílias já estão entendendo a real situação e se adaptando a uma nova realidade.

Estão sendo feitos investimentos com o objetivo de levar diversos benefícios e facilidades para a vida dentro do lar.

Com isso, as Smart Homes estão ganhando destaque, esse conjunto de tecnologia tende a se instalar e ganhar maior visibilidade após a pandemia.

Veja como essas inovações inteligentes podem ser úteis na sua rotina diária.

 

O que é Smart Home?

Pode-se dizer, de modo simplista, que uma Smart Home é a residência adaptada para que diversas funções sejam executadas por meio de tecnologias que irão automatizar comandos antes executados por humanos.

O conceito envolve o uso dessas facilidades para que os moradores possam usufruir da comodidade e também do conforto, focando nas atividades que realmente importam, ou seja, as relacionadas ao bem-estar.

As primeiras casas inteligentes (Smart Home) surgiram na década de 70 e também tinham a finalidade de automação residencial, mas, devido à tecnologia da época, todos os aparelhos eram ligados por cabos, o que dificultava bastante o seu uso.

Com os diversos avanços ocorridos desde então e com o surgimento da internet, as coisas mudaram, trazendo uma praticidade muito maior durante a utilização dos dispositivos.

Partindo da ideia de que o período que acontecerá após a pandemia será totalmente novo, veja as principais funções das smart homes e também como serão usadas em um período pós-pandemia:

 

Automação residencial voltada para o entretenimento é uma características de Smart Homes

Uma das principais vantagens de ter uma casa inteligente é a possibilidade de aproveitar melhor o seu tempo, fazendo o que realmente gosta.

O entretenimento dentro das residências está voltado, quase sempre, para os eletrônicos como a TV, Smartphone, computador e outros, então porque não os aprimorar melhorando a experiência dos usuários?

A disponibilização de compartilhamento das suas mídias em diversos eletrônicos da casa é uma das vantagens encontradas, pois você não precisará dispor de tempo para que uma mídia seja transportada para outro aparelho, sendo apenas necessário a utilização dos “medias centers”.

Outro ponto que irá beneficiar e fazer com que o usuário ganhe tempo são os comandos de vozes. Ter a tranquilidade de chegar do trabalho e ter a possibilidade de aproveitar os momentos de lazer com o mínimo de esforço, realmente, é algo necessário.

Em uma situação pós-pandemia, onde muitos trabalhos poderão ter sua adaptação em home office, o que significa que o trabalhador pode ter maior liberdade de fazer os seus horários, será bem provável que investimentos em entretenimento residencial seja priorizado.

A população terá uma nova visão da sua própria casa e começará a utilizar os diversos recursos tecnológicos necessários para diversão.

 

 

Automação dos sistemas de segurança nas smart homes

A segurança, principalmente no Brasil, sempre foi prioridade. As inovações tecnológicas que as casas inteligentes trazem também englobam essas questões, fazendo com que o morador possa se sentir muito mais seguro.

A utilização de câmeras de segurança já é uma realidade, porém, hoje já é possível ter um controle muito maior do que se passa dentro de casa, como o monitoramento feito a partir da palma da mão, com os smartphones.

Outros dispositivos, ainda pouco utilizado no país, são os mecanismos criados para que as portas e janelas possam ter o seu fechamento e também a abertura de forma automática. Agora, é possível abrir e trancar a casa através de um aplicativo, ou aproximando o seu celular.

Pensando também na migração dos escritórios, conforme citado no tópico anterior, muitas empresas irão concentrar as suas atividades para dentro de casa, fazendo com que documentos importantes e aparelhos eletrônicos de trabalho sejam guardados na própria residência. Será preciso investir num sistema de segurança eficiente.

 

Economia e sustentabilidade

Ter uma casa totalmente tecnológica pode parecer demandar um gasto grande de energia, porém a utilização dessas inovações, quase sempre, é feita pensando na economia e sustentabilidade.

O primeiro destaque fica com a criação de banheiros tecnológicos sustentáveis, onde a principal função dos mecanismos será a diminuição do desperdício de água, acrescentando a função de reaproveitamento. O controle dos gastos e até da temperatura do chuveiro, podem ser feitos através de um controle remoto ou aplicativo.

O segundo ponto é a gestão eficiente de energia, pois existe uma visão errada sobre a utilização desses facilitadores. O avanço e a chegada das redes inteligentes e novos tipos de geração energética fazem com que as pessoas que utilizam essa energia, saiam do papel de consumidor simples e comecem a pensar na gestão da sua própria casa.

As smart homes apresentam sistemas de gerenciamento energético, em que é possível realizar todo o monitoramento da geração e utilização da energia residencial, fazendo com que o controle de consumo seja feito de forma eficaz.  Os dispositivos permitem que o usuário consiga verificar os gastos de cada equipamento, em tempo real, para que então  possa criar medidas próprias de racionalização.

A nova era que está sendo criada com a extinção ou controle do vírus está fazendo com que os olhos da população, em geral, se voltem para as questões sustentáveis e ambientais.

Assuntos que eram pouco falados podem surgir como prioridades nesse “novo mundo”, fazendo com que a população passe por uma adaptação de hábitos saudáveis e também uma automação residencial para que o meio ambiente seja preservado.

 

smart house

 

Conclusão

O futuro tecnológico e de facilidades que a casa inteligente pode trazer, já está sendo a realidade de muitas residências ao redor do mundo, apresentando um pequeno avanço no Brasil.

O novo planeta que está sendo formado, pedirá a expansão e a utilização de todos os recursos possíveis para que a qualidade de vida seja melhorada, sem esquecer também, dos cuidados essenciais com o ambiente. Os avanços serão infinitos e os benefícios que eles poderão trazer, indispensáveis para a vida.

Solicite agora um orçamento
sem compromisso

Fale por Whatsapp